Mudei para São Paulo e agora?

Oi, gente! Apareci. Depois de deixar minha querida Maby carregando o blog nas ‘costas’, resolvi finalmente voltar a postar aqui no blog. Tanta coisa mudou nesses últimos tempos na minha vida, que nem sabia por onde começar, mas escrever é uma das minhas paixões e eu meio que deixei de lado. Mas quero voltar a…

As blusinhas de 19,99 são bem mais problemáticas, gente!

Esses dias estavam polemizando lá no twitter a saia da marca Burberry que a Marquezine usou no Rock in Rio, a saia estava a custar 7.947,00 (convertido em real), as pessoas estavam a dizer que este era o problema da indústria da moda e usaram do documentário The true cost para sustentar o argumento.  …

A gente não vai pro espaço, já pode se preocupar.

Existem vários filmes que exploram o futuro da raça humana, por exemplo, o fabuloso interestelar do Christopher Nolan, que fica a provocar o expectador sobre o fim dos recursos naturais e como a humanidade irá lidar ou ‘escapar’ deste fim inevitável. Todas aquelas cenas de foguetes, espaço, nuvens de poeira, cientistas, engenheiros… todas aquelas cenas…

“Se for, vá na paz”, recado dado em Bacurau

Ao subir os créditos de Bacurau o que resta na sala de exibição são rostos bem expressivos, rostos que ali se entregam extasiados, faltam palavras nos lábios que estão naquele ambiente ainda escuro, as pessoas se entreolham sorrindo satisfeitas, aplaudem o letreiro que está a dizer “este filme gerou mais de 800 empregos”, comemoram a…

Rapaz latino-americano vindo do interior

A figura do Belchior despontou na minha vida há pouquíssimo tempo, pouco tempo depois de sua morte. Antes, eu se quer ouvira falar seu nome, nem escutado quaisquer de suas canções (exceto uma, em outra voz), o que torna engraçado quando digo as pessoas que Belchior é meu artista nacional favorito. Antônio Carlos Gomes Belchior,…

Coisa mais linda, feminismo branco e negro em debate

“Coisa mais linda”, série brasileira produzida pela Netflix, é uma série ambientada no Rio de Janeiro de 1959 até então capital do Brasil, época em que o ritmo da bossa-nova começara a surgir e ganhar o mundo, e é claro que você pode esperar muito de música nessa série, do jazz ao samba. A série…

Norman fucking Rockwell – álbum

O sexto álbum de estúdio da Lana Del Rey foi lançado no dia 30 de agosto, uma semana após o Lover da Taylor Swift, ambos do mesmo produtor: Jack Antonoff. “Norman fucking Rockwell”, um disco boca-suja, cheio de sarcasmo e personagens confusos, onde Lana traça um caminho entre a tragédia e a esperança. O Norman Rockwell,…

Preserve sua autoestima #dicas

Acho que todo mundo já teve momentos em que a baixa autoestima estava em alta na vida (desculpe o trocadilho, mas alívio cômico é comigo mesma), bom,  isso é tão frequente nesses tempos sociais – infelizmente – mesmo aquelas pessoas que parecem sempre confiantes nem sempre estão lá saudáveis, digo, psicologicamente. A autoestima não é…

Stranger Things 3

Sem dúvidas a série mais popular do catálogo Netflix, Stranger Things 3 mostra o porquê da fama. Aproveitando o crescimento de seus protagonistas, a série entrega uma trama bem mais contida e madura. As crianças de Hawkins cresceram e agora sofrem com dilemas da adolescência, a puberdade fica ainda mais em evidência – não bastava…

Oscar dois mil e dezenove

Resolvi conceder o ar da graça pra falar de uma coisa que eu amo: Cinema. É uma pena que dessa vez eu não esteja assim tão empolgada pra essa cerimônia do Oscar, ela acontece hoje e sim, sou a pessoa dos 45 do segundo tempo (mas ‘pior’ que tô sem tempo mesmo, risos!) Apesar de…

Os livros de dois mil e dezoito

Depois da lista de filmes e álbuns, é chegada a hora de indicar as leituras desse ano cor-de-cinza, mas que me trouxe GRANDES aprendizados. Li bem mais a partir do segundo semestre (pós copa, né pessoas!), então vejamos as que mais gostei! 1- Pálido ponto azul – Carl Sagan O que posso dizer? Sagan tem…

Os discos nacionais de dois mil e dezoito

Tá, não poderia terminar o ano sem listar os discos que foram lançados esse ano e foram presentes para meus ouvidos. Preciso deixar registrado aqui, dois mil e dezenove me aguarda com novas canções tão boas quanto, espero. P.S: vou deixar de fora Bluesman, já rasguei seda o suficiente. 1- Casas Aquele tipo de disco…

Baco Exu do blues – Bluesman

Falar sobre Bluesman requer cuidado. Esse é o tipo de disco pra ser explorado em todo o seu caminhar, como um quebra-cabeça divertido e inteligente. O baiano Diogo Alvaro Ferreira Moncorvo mais conhecido pela alcunha Baco Exu do blues é a voz e cabeça por trás dessa empreitada. Um trabalho que chamou atenção até da…

As 23 voltas

A linha invisível que une uma volta e outra chama-se ‘trajetória’, é aquilo que eu faço com o meu eu – ou com os ‘eus’ existentes aqui dentro. A nova volta me fez fazer as pazes com a solidão. Parece taciturno dizer isto, no entanto, a solidão quando bem afeiçoada de si, é solar. Tão…

Os filmes de 2018 (até agora)

Eu sempre deixo uma meta de filmes e livros que quero ver/ler durante o ano, normalmente 50 filmes e 25 livros. Eu consigo? Não, eu nunca consigo (confesso), mas esse ano até que eu cheguei perto. Claro que não vou relatar aqui a lista completa, mas eu decidi fazer um aparato geral dos filmes (por…

O senso pragmático da alma

Ela, esguia de sobrancelhas expressivas, cabelos pretos como o véu da noite e bochechas rosadas como quem está sempre a sentir vergonha, nunca gostou de holofotes quaisquer sobre si, nunca gostou da ideia de chamar ou ter atenção, sempre fora muito sozinha e ao contrário do que muito se pensa, gostava de ser assim, tinha…

5 canais favoritos – parte 3

Eu adoro indicar coisas, então lá vai de novo. Mas o youtube tá cheio de conteúdos, digamos, suspeitos (risos) é um tal de “trolei minha namorada e veja no que deu!” ou “reagindo ao novo clipe da [insira qualquer cantora pop aqui]” etc… nada contra quem gosta, mas vamos concordar que podemos ocupar nossas cabecinhas…

Carta de amor a Anne with an E

Setembro, 2018.  Há algo de romântico e trágico em escrever cartas, mas julgo estar a fazer a coisa certa, conforme a situação exige de mim, eu cá, recém chegada da ilha de príncipe Eduardo ao final do século XIX, preciso impacientemente externar toda a minha gratidão [preciso dizer que estou a falar de forma teatral?]….

Voto consciente, democracia e afins.

É meio difícil expressar pensamentos políticos numa sociedade tão intolerante feito essa nossa, no entanto, estamos nós caminhando para o mês de outubro e isso implica dizer – eleições. Não pretendo aqui defender  ideologias do lado X e Y (direita e esquerda, pois não), não quero isso e ser tendenciosa não é de muita esperteza…

…dos dias inglórios…

Olhei para o meu colo e reli aquele título pela milésima vez, estava entediada, o sol parecia tilintar sobre os vidros do ônibus e, só isso me deixava cansada, fiquei impacientemente praguejando a demora. Olhei o título de novo e revirei os olhos até acabar parando sobre um pequeno garoto, devia de ter uns oito…